quarta-feira, 21 de março de 2007

Ebook DOIS DIAS DEPOIS

É com muito orgulho que lanço, hoje, neste bar, o ebook de poesias DOIS DIAS DEPOIS.
São 22 poemetos escritos na mesa do Bar do Escritor no iorGut, sempre escutando as opiniões dos bebuns e absorvendo as críticas, para que toda a depravação nos conceitos e nas abstrações poéticas sejam de exclusiva culpa do autor.
E é assim: uma revelação, de forma direta, anárquica, atéia e sincera. No certo e no errado. Até que a morte o dignifique.
Ou não.
Espero que se divirtam!
--------------------------------------------------------------
Opiniões sobre o livro, por três poetas da interNerd:

Rosa Pena - "Somos fruto de uma era que conseguir sobreviver com um sorriso já é complicado.Você vai além.Cria lirismo desde o pão fresquinho de cada dia até o pão dormido que recebemos de herança..Faz rabanadas deliciosas “de olho fechado!”

Tem horas que me lembra Bandeira.. “Notícia” é bem ele.

Sem dúvida alguma você faz parte daqueles que com palavras decifra enigmas e cria novos.

Em tempos de mesmices, salve-salve o ultracontemporâneo MÃO BRANCA."


Fabbio Cortez - " Acho sua poesia superfluente, veloz, agradável de ler (seus versos têm uma leveza muito bacana - coisa que não tenho visto por aí - e consegue, o que é melhor, dar as pancadas intelectuais necessárias, de forma aberta, verdadeira, dando sim as devidas esculachadas sem perder a dignidade, sem apelar)... não adianta, mano, somos meio doidos mas temos lá nosso coração escondido dentro da carenagem.

Gostei de tudo, mas posso aqui destacar "Último brado do guerreiro" e, mais ainda, "Pedrada na testa" (sensacional)."

Salomão Rovedo - "Recém saído do forno este e-livro (ou e-book) “Dois dias depois” de Mão Branca consagra a poesia flagrante como um dos segmentos consolidado da poesia brasileira. Mas, quem é essa figura, que se torna mítica dentro da literatura internauta, cuja estética do invisível nos ataca com versos aparentemente agressivos, mas que na verdade são os reflexos de cada um de nós mesmos? ..." - Leia na íntegra.

Agora que já me enchi de confete e tô babado até o pescoço, inda mostro outros
EBOOKs.

10 comentários:

[barba] Uonderias disse...

wooow

ousado hein?
com tanta opnião boa assim, vou ler o livro com prazer

Me Morte disse...

Logo de cara, quando percebi do que se tratava, fiquei feliz.Mais um cantinho do Mão Branca para ser explorado.Teus poemas tem uma simplicidade ímpar, a gente lê e de cara entra no contexto.Eu sou suspeita, adoro tuas coisas, mas tenho que dizer que quando vi "Xará Demônio" já me empolguei.Coisas como "Céu Azul" e "Súcubo", fazem-me bem, acho que identificação mesmo.Também "Renata", seu momento romântico, coisas que traduzem o que você é no íntimo, teus sentimentos, apesar de se fazer de durão (rsss).Parabéns.Ficou muito lindo, como sempre.Vou ler muito.

Deveras disse...

Economizou uma postagem e
ainda fez seu comercial, hehehe

Vou conferir, cara.

ficanapaz!

Lameque Hyde disse...

Tenho uma certa alergia a poesia, mas torço pelo sucesso do e-book.

Parabéns!

Thin White Duke disse...

parabéns gigio!
vou ler o livro

sucesso!

rosa pena disse...

já comentei e repriso.. Você é um dos mais expressivos em prosa ou poesia em minha tela..beijos com carinho..rosa

Eliane Alcântara. disse...

Sucesso!!! Vou ler com bastante atenção : )

sandra disse...

Um de seus "escritores" COPIOU meu texto inteiro!!!!!
Eu quero a retirada do texto e um pedido de desculpas!!!!

MEU TEXTO: RELÓGIOS – PUBLICADO EM 27/02/2007

A CÓPIA: Terça-feira, 13 de Março de 2007
Mente humana?

sandra disse...

Agora, mais calma, agadeço os elogios e as palavras pelo meu texto. Gostaria de convidar os leitores deste blog para ler os textos, na fonte original!

Sandra Pontes

http://sandrapontes;com/

Aos meus amigos, obrigada pela força e carinho.

Fabbio Cortez disse...

Nobre Mão Branca,
Fiquei supercontente por ver "Dois dias depois" publicado.
Parabéns, amigo; continue dando suas pancadas sócio-intelectuais mundo afora! "Tamo junto" rumo à Poesia!
Abraço Grande!
Fabbio (Cortez)