domingo, 22 de abril de 2007

Prova de fogo no BDE



Um dia entrei em uma Comunidade do Orkut e fui alvejada por todos os lados. Sempre gostei de desafios e, além do mais, não eram ataques infundados, ali os membros dispensavam as regras básicas de sociabilidade, coisa que eu buscava a muito tempo, cansada de hipocrisia. Decidi então fazer uma fazer comparação com a estrutura do Leão e Circo em Roma com a competição infeliz que se estabelece nesse novo veículo de comunicação e entretenimento. Tirando o fato de que gladiadores lutavam entre si em Roma e aos leões iam apenas os punidos por seus erros, contrário do que se estabeleceu no citado Bar, pois eu me sentia vítima, vi-me na obrigação de fazer algo que justificasse minha permanência ali, sem contar que adoro um barraco. Escrevi, então, um texto assim:



-Capturada nos confins do Orkut, durante guerras travadas entre os "Bebuns-Escritores" e "Medíocre-Góticos”, como fui chamada, fui transformada em escrava e, como todos aqueles que possuíam qualidades reconhecidas na arte da boca suja, fui transportada para uma localidade onde eram realizados os combates entre gladiadores. No mercado de escravos dessa cidade, uma reprodução em menor escala da grandiosa Roma, com prédios assemelhados aos Fóruns, aos templos dedicados aos deuses romanos, às termas e, ainda, uma réplica do Coliseu, fui vendida a uma escola de lutadores, para iniciar treinamentos. Apesar de ter sido julgada medíocre (o que foi comprovado a partir de meus olhos, que davam aos compradores de escravos a exata noção da medida da minha inteligência) e de ter experiência em debates, fui submetida a rigoroso treinamento físico e, ao mesmo tempo, introduzida às armas utilizadas regularmente em combates travados entre si ali, ou seja, julgamentos precipitados.

Fui jogada aos leões! Além das lutas de gladiadores, as arenas eram utilizadas para sacrificar os inimigos do império em confrontos desiguais com feras selvagens como leões, tigres e panteras. Mas, o que não sabiam, é que a mesma mediocridade com que fazia meus versos, me fez gozar com as palavras de despudor de meus adversários! Gozei, gozei, até vomitar! E agora satisfeita, registrei meu protesto: Comi um leão, e agora? Continuo com fome...




O que eu buscava aconteceu: fui ouvida.
Depois disso muitos entraram. Os que bebiam além da conta permaneciam e estão lá até hoje, encontraram um cantinho para vomitar seus textos. Os que entraram com o intuito de se exibir ou de vencer o que chamam de “arrogância dos meninos do Bar”, esses fugiram apavorados. O fato é que, muitos admiram, muitos entram e poucos têm competência para ficar. EITA POVO DE TALENTO PORRETA ESTES BEBUNS!



Obs.: Últimas vítimas: - Um gatinho camuflado de leão, que rezou um terço e saiu com o rabo entre as pernas e um velho tigre que gostava de comer filhotes de primatas, esse continua lá. Depois de um raspa fora das feras internas, o primata mirim papou o tigre e eles viveram felizes para sempre. Káspita! É Manus mau.


Me Morte

9 comentários:

Anaconda de Deus disse...

por todo o seu talento, você tem de mim hoje todo o meu respeito.
Você foi uma das primeiras a me apedrejar, mas tambem foi a primeira a acreditar em mim.
De mim a você todo o meu respeito, me desculpe as brincadeiras de mal gosto, e as brigas sem noção.
Mas taí tu merece a fama que tem hoje em dia, e nem pense que eu to puxando o saco,
aproveite pois não é sempre que eu falo por mim mesmo.
Ass: R.S.S. Anaconda de Deus

DOCTOR T disse...

REALMENTE D+!!
UMA MICRO-EXPLICACÃO DO QUE É O BAR, DO QUE ESTÁ SENDO O BAR E ABRE CAMINHO P/ PENSAR-MOS O QUÊ SERÁ O BAR DAQUÍ PRA FRENTE!!!
CONTINUE TOMANDO DAÍ
QUE NÓS TOMAMOS DAQUÍ
BAH CERVEJA!!
TÁ ATÉ PERDOADA POR ESSE ERRINHO:...Decidi então fazer uma fazer comparação...
BEIJOS ME! PODE ESCOLHER ONDE!!
QUALQUER LUGAR MESMO!!
rssssssssssssssss

Deveras disse...

Um dia, em um futuro talvez não distante (ou não, como diria Caetano), perguntarão: Quando é que você começou a escrever?

Quando entrei no Bar do Escritor.

ME senti em casa.

ficanapaz, Mascaruda...

Thin White Duke disse...

estou vendo um novo estilo se firmando... histórico-documentário-didático do Bar do Escritor
bem massa
eauiehaiahe

bjss

ediney disse...

gostei da tua escrita e da tua voz que vem com força, gostei da curta alegria da palavra, da palavra pela razão da palavra

Me Morte disse...

Valeu meninos. Ediney, seja bem vindo e obrigada pelas palavras. Beijos

emanuel disse...

porra...

AUHuHUAHUHAUHAUHAUhA

muito bom seu txt, me!!!

ainda mais aquela parte do primata...
IAjIJAiJAuahuHAuHAUHAUHAUA

concordo com tudo que vc falou.

Uma coisa, entretanto, me incomodou no seu txt: períodos longos.
Evite o uso de períodos longos. Eles deixam seu texto MEIO confuso.

Muryel De Zoppa disse...

tem o dom do encanto. é febre tua escrita, demonstra consciência estética. e isso é muito. mas a 'elegância' e eloquência são tuas maiores qualidades.

Lameque Hyde disse...

Um texto interessante. Achei criativa as "Obs", rechadas de simbolismos...hehehe

Só um comentário sobre leões e gladiadores: Leões lutam pela sua natureza. Nem todo gladiador gostava do que fazia.