domingo, 23 de setembro de 2007

Ruminar


- Não posso estar aqui só pra me preocupar em ruminar, existir precisa ser mais do que isso! – mal terminou a frase e uma bala atravessou seu crânio.

- Estes baderneiros parecem não aprender nunca... – resmungou o administrador local, enquanto recolocava o revólver no coldre e previa o trabalho que daria limpar mais aquela enorme poça de sangue.


THORPO




5 comentários:

Muryel De Zoppa disse...

Foda! gosto destas paradas assim.

Thays disse...

Bem... pelo menos ele morreu antes de perceber que iria continuar ruminando e se lamentando por não existir de verdade.

Deveras disse...

Putz... Esse foi à queima roupa!

ficanapaz

Thorpo disse...

Valeus!

Klotz disse...

Depois de uma limpeza dessas prometo nunca mais filosofar a minha existência.