quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

A bunda de Darwin

O Brasil é um país maravilhoso por abraçar as diferenças raciais com naturalidade.
Eu estava na fila do cinema quando vi, um pouco à frente, um casal diferente. Ela de traços orientais. Olhos puxados, pele amarelada, cabelos negros escorridos, peitos semelhantes a ovos fritos e ausência de bunda. Ele de traços africanos. Pele cor de ébano, lábios grossos, nariz achatado e bundão.
Achei engraçados os dois traseiros ladeados.
Atiçou-me a curiosidade. A mesma curiosidade que teve Darwin ao desembarcar em Galápagos e observar as diferentes espécies de animais.
Lá, em Galápagos, ele desenvolveu a Teoria da Evolução em que, na luta pela vida, os organismos desenvolvem características que favorecem a sobrevivência da espécie. Assim a girafa alongou o pescoço para alcançar as folhas mais altas das árvores e o camelo dos desertos, para armazenar água, consegue beber até 120 litros de água de uma única vez. Nenhum destes animais estava em Galápagos como o filme que eu veria pouco depois também não se passava naquela ilha.
Aquelas bundas e a teoria da evolução me fizeram refletir que, lá no passado distante, a cópula humana devia ser como a dos outros quadrúpedes, naquela posição em que Napoleão perdeu a guerra.
E se o oriental, é o que dizem, tem um bilau pequeno então a fêmea oriental de geração em geração, teve sua poupança diminuída para que houvesse a fecundação.
Por outro lado, isto é, pelo mesmo lado, o traseiro, as fêmeas africanas, com o passar das gerações tiveram sua poupança aumentada para evitar as espetadas doloridas das enormes – é o que dizem – espadas africanas.
Coitada daquela japonesa namorando o negão.

12 comentários:

Paulão Fardadão disse...

Segundo pesquisas aí, a média do caralho japonês é cerca de um cm maior q a média da pica brasileira.

Tem q pá.

Deveras disse...

Hehehehe... Taí um texto que Darwin deveria ter lido para formular sua teoria, rs

ficanapaz

Soll disse...

muito legal o blog, vou linkar no http://maldemontano.wordpress.com abçs Soll

Paulinho Bomfim disse...

Achei hilário, muito bom, kkkkk
Tem um final bem bacana que se bem trabalhado daria um ótimo nano...

Paulinho Bomfim disse...

Gostei muito, até hilário foi no final, rsrsrsr...

Muryel De Zoppa disse...

Divertido e bem escrito. O outro lá, entrega estória, não sabe o que diz.

Ze Lopes disse...

Já havia pensado nesta questão: Um cópula afro-nipônica. Mas, certamente, não a desenvolveria com tanta elegância.

Carlos Cruz disse...

hahahaha!

japa masô.

muito bom!

Glauber Vieira disse...

Gostei, o texto está bom, mas a última frase é ainda melhor.

Darwin disse...

ei, Roberto, falando da minha bunda? hahaha
Mas veja, para ficar mais ajustado com as teorias evolucionistas, sem modificar o texto, vc deveria colocar Lamarck, no lugar de Darwin, tem uma diferença crucial nas suas teorias.
até

liz disse...

coitada, literalmente, né, Klotz?

liz disse...

.... essas saias japonesas estampadas pra parecerem transparentes são mto engraçadas....