domingo, 21 de setembro de 2008

Parte

Parte de mim é sonho,
Parte, pesadelo.
Parte de mim arde,
Parte deixou de sê-lo.
Escombro que desabou
Sobre as cores fortes da tarde.
Sobra de luz, sombra.
Desconstruindo o que restou
De um inteiro pela metade.

2 comentários:

Sentilavras disse...

Uau! Curti isso!

Elevou-se disse...

amei também!! deem uma olhada no meu blog, tambem sou uma escritora aspirante. bjs