quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

A chave

me desejam feliz ano novo
de novo
e tudo é velho
olho no espelho
vejo a barba branca de Noel
finjo fazer seu papel
e no ô-ho-hoooo
dou
um sorriso desbotado
tão falso quanto o algodão jogado
fingindo neve
e quando alguém se atreve
a dizer "abra a janela da felicidade em 2010"
meto as mãos pelos pés
e pergunto: cadê a chave do cadeado?

2 comentários:

susannah disse...

Um olhar crítico e irônico para com o novo no velho jargão do Feliz Ano Novo de cada fim de ano torto...
Bjs!

Glauber Vieira disse...

Bem escrito e atual!