quarta-feira, 26 de maio de 2010

Droga

Seu carinho
é droga alucinante
que vicia.
É caminho
delirante
pela via
do desconhecido,
como se já sentido
mas refeito.
Me pega de jeito
me cativa,
chama de brasa viva,
a incendiar a vida,
já cinza fria,
descrente.
É diferente,
luz e medo,
segredo
que se grita ao vento.
É agulha e pó
que faz desse homem só
apenas sentimento...

2 comentários:

Glauber Vieira disse...

Lido e apreciado na comu do BDE.

Talles azigon disse...

gostei dim, gostei das rimas e gostei da sensação de querer entrar e me perturbar