quinta-feira, 26 de maio de 2011

Traço

peço
quando faço
do meu traço
um verso
que nasça
do som que passa
e que a pena
apenas grafa
a graça
que o belo
elo após elo
em letras disfarça

2 comentários:

| A.Luiz.D | disse...

esse traço surpreendeu.
O elo deu a graça,
desvendou cada letra.

abraço

Tamara disse...

Bem marcado e com a sonoridade impecável.
Belo, Cesar!