sábado, 3 de março de 2012

a visita do poeta

foi numa tarde de quarta

poucas horas

mais que um livro

dono de olhos opacos

como que insatisfeito

tinha poesia nas mãos

bem mais que um livro

e ficaram as palavras apenas

e a indagação

do que eu olhava

ficaram as palavras apenas

naquela casa simples

de piso frio e dedos mornos

a visita do poeta

deixou-me poetisa

bem mais que antes.

2 comentários:

Leonardo&Dutra disse...

Gostei do seu bar escrito,Acho que vou sentar um pouco e beber alguma coisa. hehehehehe
Legal oque você escreveu, bem descritivo. Vamos trocr uma ideia depois

Bardo disse...

larissa é sempre mordaz.