segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Tristeza


Com porquês a mente se agita
                    o coração acelera
                    o sangue ferve
                    o estômago grita


Mas os olhos cansados fixam o chão
a cabeça pende
e a voz, silencia.

6 comentários:

Rafaella disse...

Lindo, lindo e lindo...
Adorei...
Verdade viu...
Bjs

Edna Lima disse...

São os mistérios da mente.
Abraços. Edna

Josinete Beatriz disse...

Olá amigo poeta!
Obrigada pelo comentário carinhoso. Fiquei muito feliz!!
Deixo um abraço amigo.
Josi

Eva Sabbado disse...

O poeta está acima, numa distância tão precisa... num patamar que consegue decifrar emoções sentidas por nós simples mortais. Lindo, parabéns! bjos.

Glauber Vieira disse...

Meninas, fico muito grato com o carinho de vocês.

Lilian Vidal disse...

Bom dia, gostei muito de seu blog, o conteúdo é de riquezas,
Até mais, e uma ótima semana.
http://www.formaeconteudo.com/