quinta-feira, 28 de novembro de 2013

ELEVAÇÃO

Canalização dos versos eleitos;
Palavras que se moldam lindamente
No papel branco onde os sonhos perfeitos
Vão reluzindo tão divinamente;

Elevação dos mundos satisfeitos;
Esferas de brilho único e luzente;
Degraus celestes de tempos refeitos
Lapidados pela alma transparente;

Pensamentos de luz no coração
Que bate forte na real emoção
De alcançar as estrelas infinitas;

Madrugadas eternas e bonitas
Vestida por luares majestosos
Nas noites de segredos luminosos;

Soneto

3 comentários:

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

"ELEVAÇÂO"
Samuel, sua escrita é muito sensível e emociona. Li o soneto com o qual você presenteou a amiga ZIZI. Sem palavras, pois tudo está certinho, rimas maravilhosas. Samuel,nome hebraico que significa "ouvido por Deus", que fantástico, hein! Grande beijo!

Marina Fligueira disse...

Hola, muy bueno también este soneto.
Ha sido un placer.
gracias por deleitarnos con tus bonitas letras.

Un beso y feliz fin de semana.

Simone Melo disse...

Sem palavras, pois as vezes,
as palavras nos entregam...
Amei...como sempre!
Parabéns...Abraços