segunda-feira, 28 de abril de 2014

PRISÃO

Almas sempre prisioneiras
Das emoções persistentes...
Nunca encontramos maneiras
De quebrar estas correntes;

Sentimento desconexo...
Corpos sempre dominados...
Não fazem amor, só sexo...
Humanos tão controlados;

2 comentários:

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, Samuel,
é bem verdade que vivemos nos controlando em todas as atitudes, isso nos leva a controlar nossas emoções também. No final queremos ser livres das grades que nós mesmos criamos. Grande beijo!

Dorli disse...

Oi Samuel, hoje vim conhecer mais um pedacinho de você.
Você é o cara!
Beijos
Lua Singular