quarta-feira, 28 de maio de 2014

SANGRANDO

Como eu poderei aguentar… a dor
Que carrego no coração… sangrando...
Tão longe de encontrar… amor
E de sentir paixão… amando;

Como não chorar… pelo desamor..
Pelo sentimento em vão… mudando...
Que está aqui dentro a gritar… por...
Por libertação… lutando;                                                         

Um comentário:

M D Roque disse...

Viva!
Hoje tive um tempinho extra, para poder ler e comentar como deve de ser.
Normalmente uso o G+1 para marcar presença, mas nem sempre me satisfaz.
É um privilégio ler escritos bons, e eu vou tentar ser mais presente.
Abraços e beijos. D

http://acontarvindodoceu.blogspot.pt


( uma sugestão : desabilite o robot verificador, porque complica muito quem quiser deixar comntários)