segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Svalbard, I Love You

Durante seis meses, tive a oportunidade única de morar na cidade mais ao norte do mundo: Longyearbyen, no arquipélago de Svalbard. Graças a um convite muito especial do explorador do ártico Chicco Mattos, consegui passar esse tempo de minha vida em um lugar ímpar.

Dona de uma natureza exuberante, com um clima subpolar, Svalbard possibilita aos seus visitantes e moradores a chance de testemunhar o sol da meia-noite em seu verão, e a noite polar em seu inverno. Durante a fase escura, vi um dos maiores espetáculos da natureza: a Aurora Boreal, e suas luzes verdes a dançar no céu estrelado do Ártico.

Além do frio que senti, – com direito a um início de frostbite em meu rosto - vi uma natureza única de animais que sobrevivem ao frio intenso, e a beleza de aves que migram todo o ano para Longyearbyen. Vi a vida, através das pequenas pétalas das flores, que se multiplicam para tentar sobreviver ao verão a embelezam ainda mais este lugar, que agora faz parte de minha história, e que ficará para sempre no meu coração.


 Longyearbyen, cidade mais ao norte do mundo
 Rena típica de Svalbard no inverno
 Eskerfossen, cachoeira congelada
 O transporte mais comum de Svalbard no inverno: o snowmobile
 Aurora Boreal em Adventdalen, início de março
 Tempelfjorden
 Uma barraca estilo indígena, clareando o branco da paisagem.
 Aves migratórias - o fim do inverno chegando
 Navio Nordstjernen, final de agosto
 Natureza viva sobre o gelo
 Eu em Magdalenefjorden
 Uma foca solitária, repousando sobre uma pedra
A estátua de Roald Amundsen, o maior explorador norueguês, na localidade de Ny-ålesund

11 comentários:

Edgard Sosa disse...

Caramba my friend! Que ótima experiência! Parabens e desejo que lhe surga mais oportunidades como essa.

André Bortolon disse...

Sim Edgard, foi fantástico! Quando puder, vá até lá conhecer que vale muito a pena, meu amigo!
Grande abraço!

Rudney Bonin Herkenhoff disse...

Que bela experiência André, melhor professor de Inglês que ja tive. Abraços

André Bortolon disse...

É uma honra saber disso, Rudney! Você foi um ótimo aluno também, a gente batia altos papos em sala! hehehe, abraço!!

ShutterBird Pr disse...

Lindo o teu testemunho e as fotos! Tanto Svalbard como nós aqui sentimos muito tua falta primão! Se cuida aí! Abraços

Cleide disse...

Interessante ... com certeza valeu a pena cada momento vivido, apesar da nossa imensa saudade!Lindo, grande bj !

André Bortolon disse...

Sim, saudade grande primão!!!

André Bortolon disse...

verdade, Cleide!!Valeu a espera!

Draftdanilo disse...

Fantástico! Legal demais!

Felipe Bortolon disse...

Ótimo relato, lindas fotos... Com certeza experiência única na vida, não? Abraço!

André Bortolon disse...

Sim, muito marcante mesmo Feupa!!
Um abraço!!