sábado, 3 de março de 2007

O caixão

A onda do ano dois mil é a morte. A onda de todos os anos é a morte. Quando se fala em vida, o que se diz é Morte. Se não fosse a morte, UAU!

E é aqui que lhes devo contar sobre Johny Le Perro. Johny Le Perro era um cachorro. Que percebeu a verdade da vida, e até seu último suspiro, matou até morrer.

Paulo Eduardo de Freitas Maciel de Souza y Gonçalves

12 comentários:

Mão Branca disse...

Viva Johny Le Perro, um cão que compreendeu o sentimento do ano 2000.

Me Morte disse...

Ele matou até morrer.Será que matou alguma cadela de amor?Morrer de amor é bom, ainda mais se for com um cachorrão.Eta Paulo, sempre debochado.Isso aí tesudo.

Cássio Amaral disse...

Eliane Alcântara me convidou pra tomar umas aqui.
Bacana o espaço.

Bons escritos aqui.Parabéns.

Abração.

Eliane Alcântara. disse...

E o homem se aproxima da imitação de um Johny Le Perro...
Texto que instiga a vários ângulos da imaginação. Parabéns!

Lena Casas Novas disse...

O destino do Ser humano é a MORTE.Por que temer?Bela postagem. Eu não tenho medo da morte.

Lameque Hyde disse...

Juanito The Dog é um cachorro de visão. Compreendendo o sentido da vida, deu uma ajudinha a esta amiga inseparável que é a morte.

"Muito ótimo" o texto!

thiaho disse...

Apesar da mensagem do texto (que este sim foi um feito na maos do Paulinho) este texto, e de morte!.

Jimenna Rocha disse...

KKKKKKKKKK! Nao podia ser um texto mais "Paulo". Cara, eu poderia ler um texto teu entre 200 e saberia identificar qual tem tua mao.

Se eh Paulo eh foda!

Eduardo Perrone disse...

Johny... Um cara sub-produto. Um cara assim... Johny.
Um cara, que , para encará-lo, só um cara assim... Paulo.

Paula Tejando (shyko) disse...

uia massa idéia loka só poderia ter vindo dessa cabeça!!! Lembro-me do ano 2000 mas as vezes eskeço que morro a cada ano!!! que triste e inspirador esse texto!!! parabéns guri abração

Véïö Chïñä‡ disse...

hehehe. Ainda bem Paulete que o Hank e esse tal de Johny Le Perro, nunca se encontraram.
Cachorro mais doido,sô!

DBA disse...

E o texto é de morte!!!