domingo, 29 de abril de 2007

Novamente


Apaixonei
Não sei ?
De novo não !
A culpa é da Lua
Seduziu com seu brilho e musicalidade
Seu nome é Lua !?
Tão solitária
E as estrelas ?
É a sua razão de vida
É o mistério de sua existência
Apaixonei...
Pela mãe dos cosmos
Vivo as suas quatro fases
Nasço, cresço, amadureço e morro todos os dias
Vivo a magia dos acontecimentos
É o mistério
É o renascimento
Na construção de uma fortaleza

Claudia Menezes

5 comentários:

Me Morte disse...

Muito boa. Sensual, romântica, estilo definido. Muito harmônica e bem estruturada. Seja bem vinda. Parabéns.

Thin White Duke disse...

participante nova?
curti o poema
:D

flew1

[barba] Uonderias disse...

seja bem vinda
boa estréia!!!

Fernando disse...

Acho que poderia melhorar mais... Alguns aspectos me pareceram confusos, como a ? no segundo verso, e outros, lugar-comum (com todo respeito aos sentimentos que inspiraram os versos - apaixonar-se é lugar comum sempre e para todos, é sempre ingual, não importa a pessoa).

Mas seja bem-vinda e boa sorte! :-)

Claudia Menezes disse...

Cada um tem a sua interpretação. :)