domingo, 17 de junho de 2007

A Lágrima do Pierrot

Na Quarta-Feira de cinzas
Sozinho na calçada,
Está sentado o Pierrot,
E pelos seus olhos
Cai uma única lágrima,
Uma lágrima de sonhador.

É o desejo pela Colombina
Ou então, quem sabe,
O desejo por qualquer amor.

André Espínola

11 comentários:

Me Morte disse...

Aí menino, lindo poema de quarta-feira de cinzas. Amei

Betomenezes disse...

muito bom mesmo, que poesia simples e direta.!!!!

Srta. Amanda :) disse...

'E o pierrot só queria amar
E dar um basta a esta dor já sem fim..'

Sou suspeita a dar alguma colocação, porque adoro o tema! =D
Mas, preciso admitir, ficou liiiindo.

=)

bjinhos

Véïö Chïñä‡ disse...

hehehe!

Cacete!

Como eu gosto dessa falta de pretensa erudição!!

Simples, curto e corta mais que navalha.

Ótimo André! ótimo.

Mão Branca disse...

o melhor e a vontade de achar uma vagina. qualquer vagina. hehehe.

Deveras disse...

Bão, fio... Muito bão. Num pricisa sê grandão prá mostrá belezura.

Wilson R. disse...

.

Como eu já disse no Orkut, certa vez: André, seus poemas estão cada dia melhores. Este está simplesmente irretocável, lindo. Parabéns.

Abraços.

.

Klotz disse...

É o desejo pela Colombina
Ou então, quem sabe,
o calo provocando imensa dor.

Valeu André!

Muryel De Zoppa disse...

bonito. parabéns!

[barba] Uonderias disse...

André, ficou algo tão parecido com Los Hermanos
que tive medo de ser um plágio!

Thin White Duke disse...

valeu!

"O Pierrot apaixonado chora pelo amor da Colombina
E é sua sina chorar a ilusão, em vão, em vão...

E a Colombina só quer um amor
Que não encontra num braço qualquer
Essa menina não quer mais saber de malmequer

E o Pierrot...

O Pierrot apaixonado chora pelo amor da Colombina

E na esquina se mata a beber pra esquecer, pra esquecer

E o Pierrot só queria amar
E dar um basta a esta dor já sem fim
Mas Colombina trocou seu amor por Arlequim

E o Pierrot, chora!
Los Hermanos"

não achei tão parecido, mas blz, é questão de percepção
aeiuhaeiuaehea
flew!