domingo, 30 de setembro de 2007

OLHOS FRESCOS




"Olha... pra cá! Assassino de criança... " Praguejou Capitão Cruz antes de alvejar o peito do adolescente vulgo PT (traficante, segundo a Inteligência) com três dos quatro disparos.

Horas depois receberia, eufórico, a notícia de que sua filha, Ana Clara, seria finalmente beneficiada com a córnea doada pela família de um jovem assassinado por traficantes.

.

8 comentários:

Sirlei disse...

Muryel, trágico e irônico o que o destino faz, muito bem escrito! Parabéns!

Thorpo disse...

Vidas que se alimentam da morte, nos mais diversos sentidos.

[barba] Uonderias disse...

Descobrir um santo e cobrir o outro!

Lameque disse...

Mais uma vez, Muryel mata nossa fome de boa literatura com um biscoito fino.

Me Morte disse...

Bom tema Muryel. Foi transmimento de pensação,rsss
Meu tema no nanoblog foi sem ver o seu. Muito bom. Beijos

Klotz disse...

Mundo cruel. Infelizmente real.
É por essas e outras que deixei de constar como doador universal na Carteira de motorista.
Enquanto no nosso país houver impunidade em todas as escalas continuaremos com o mal vencendo em todas as áreas.

Moniquinha disse...

Engole a gota amarga do escárnio, e agradece a Deus pela clemência.
Isso é a parte que nos cabe.
Parabéns pelas poucas e sábias palavras.

Carlos Cruz disse...

O princípio do fim.

Muito foda, mano Muryelo.