segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Soluços


SOLUÇOS
Pelas vozes sabia que estava em outra casa. O cheiro também, diferente. Mas agora não via mais nada. E então chorava, chorava.

– Que lindo, papai. Eu gosto desse passarinho novo. Canta mais bonito que os outros.
– É que furaram os olhinhos dele, filho.
– Furaram??
Enquanto o pai prendia na parede da copa um gancho para pendurar a gaiola do assum-preto, o menino, horrorizado e curioso, aproximou-se do pássaro,
– Quem furou?
– As pessoas que vendem. Sempre fazem isso.
– Por quê?
– Pra ele cantar mais bonito.
– Mas... por que ele canta mais bonito de olho furado?
– É que assim não se distrai, só pensa em cantar.
– É?
Enquanto pai e filho conversavam, o assum-preto chorava abandonadamente.
Chorava choro de pássaro.

A natureza é sábia: fez o som do choro dos recém-nascidos intolerável para os ouvidos de seus semelhantes. É uma forma de proteção. A mãe fará qualquer coisa para fazer cessar o choro do bebê. Na falta da mãe, sempre haverá quem diga: “Alguém dê uma mamadeira para essa criança, pelo amor de Deus! Ou então pegue no colo, embale, dê-lhe um biscoito, uma colher de mel!” Mas o choro dos pássaros só é insuportável para os outros pássaros.

Ninguém sabia, naquela casa, que o novo membro alado da família estava soluçando em desespero, lamentando a nova perda. Uma semana depois de perder a liberdade, a alegria de poder voar, perdera agora o jeito de olhar o mundo.

4 comentários:

Aline Gallina disse...

É sempre bom trocar impressões literárias com quem sem interessa pelo assunto.
Gostei da iniciativa do teu blog.
Conheça o meu que têm uma intensão parecida. http://cincoespinhos.blogspot.com

Lylla disse...

Também vou chorar, há momentos em que acho que fui cegada por alguém

Jarbas Siebiger disse...

Num texto impecável acusaste um pecado, um grande e odioso pecado!

Deveria, este, pela qualidade literária e moral, perfazer a lista de leituras do ensino básico.

Parabéns e grande abraço!

Klotz disse...

Gosto da sua escrita, escrita com conteúdo e recado.
Adoro o canto dos passarinhos e tenho horror em vê-los aprisionados. Comentei este fato ainda hoje ao ver na tevê que cegam os pintassilgos na europa. Triste e muito cruel.