sábado, 12 de janeiro de 2008

Teatro das Formigas

sol amanhecido...

vagou o trono
do rei do Rio.

passeiam
em largo
as formigas

pelas
narinas sujas
de sangue

indiferentes,
ante a luz
dos refletores...

3 comentários:

Marco Ermida Martire disse...

Achei muito curto, Spoke! Mas tudo bem, é verão e o calor está mesmo abrasador. Parabéns pela boa forma!

Fernando disse...

Não gostei.

Klotz disse...

Bem escrito.
São interessantes os textos que exprimem sem dizer.