quarta-feira, 12 de março de 2008

Sobre Solidão e Pedras


do alto,
o solário me chama
e reclama:

vai, desça e suma!

não vê seu tempo
esgotando
gota a gota
sua lucidez?

e ainda pretende
desentender
com a poesia
que já não faz?

você jamais
saberá o valor
dessa solidão
que o consome

entediado,
consolo-me no salto
que as pedras
me convidavam

3 comentários:

Larissa Marques disse...

já li em primeira mão, há algum tempo, quero as pedras.Gostei.

Glauber Vieira disse...

Legal cara, gostei do ritmo.

lena casas novas disse...

É um tema excelente!