segunda-feira, 12 de maio de 2008

Hipnose

desde que descobri,
dos sonhos, a utopia
convalescente
de quem vive...

tive amarga, no gosto
das coisas, sensação...

de que, sob hipnose,
andamos todos nus.

3 comentários:

Poeta Vagabundo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Poeta Vagabundo disse...

mto foda!
dos melhores teus

Larissa Marques disse...

desde que descobri o gosto das utopias, percebi que estamos todos vomitados e não percebemos.