segunda-feira, 5 de maio de 2008

Torpedos desclassificados

No sábado recebi um torpedo no meu celular:
“mae vo viajar com uma miga dumingo volto”

Li duas vezes. E, apesar de não ser espelho, refleti que não sou mãe, que meus filhos estão reunidos comigo e que eles não cometeriam tantos crimes ao vernáculo em apenas uma linha. Conclui que aquela mensagem não era para mim. Era um engano.
Deixei por isso mesmo.
Hoje, segunda-feira, recebo outro torpedo telefônico:

“Vo almoca com uma amigas”

Pela linguagem capenga, julgo que seja a mesma pessoa.
Ameaço ignorar, entretanto a ironia coçou e se fez presente.

“Você já almoçou. Comeu um U, uma cedilha e um S.”
Enviei e, para surpresa minha, veio a resposta:

“Nao fui ainda”


Calei-me. Eu seria desagradável se respondesse que almoçou sim, e, de sobremesa comeu o til.

2 comentários:

medusa que costura insanidades disse...

olha a fome das letras rs
Esse humor do Klotz pega sempre,de doer o estomago do riso...

liz disse...

adorei, Klotz! até li em voz alta pro marido....