terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

convidado Tchello d’Barros

moda
me dá
medo

mede
o meu
modo

muda
o meu
mundo
...................................


amor
não
se
computa
................................



há fogo
em teu
afago
....................................



posso ir
te
possuir
?
....................................


o poeta
tinha o poema
na ponta da língua
e
na ponta da língua
tinha a musa
o poeta



--
www.tchello.art.br


3 comentários:

Anônimo disse...

Giovani,

obrigado, por postar os poemínimos aqui no boteco, esse bar dos bardos. Depois te pago uma pinga.

Ah, me surpreendeu a seleção que fez.

Ósculos, amplexos e alguma cachacinha...
Tchello.

alercio disse...

tchê, muito muito bom!!!!

Mandala disse...

poemas que brincam com as palavras!
ou palavras que brincam com os poemas?
adorei!