terça-feira, 14 de abril de 2009

Ave





numa terra ave-paraíso
num tempo sem flor
sem liberdade nasci

nasci numa terra de cor
Brasil
de barro cor
Brasil
de rio cor
Brasil
de morro cor
Brasil
de sangue cor
Brasil

Timbira me pintei



sandra santos

3 comentários:

Alexandre disse...

que bela dobradinha.
poema e desenho supimpas!
também pudera...
a mão que escreve é a mesma que desenha.

:)

beijo cor pau-brasil.

Adriano Siqueira disse...

alem de ser uma ótima poetiza ainda é perfeitta nos desenhos.

fascinante!
parabens e escreva/desenhe sempre :-)

dri

PS: a toda equipe deste blog meus parabéns por ter uma cultura de qualidade nesta internet. :-)

Henrique disse...

Gostei da brasilidade!