domingo, 13 de setembro de 2009

Revelação


Absolvida pelos ventos esfuziantes do sul
Deixo a brisa tocar levemente minha face,
já tatuada de amarguras e profanas inquietações.

Uma força invadiu meu ser,
Mergulho na intensa profundeza
dos meus instintos mais sombrios

Impulsiono-te a conhecer meu inconsciente,
e apresento o que tenho de mais agressivo e feroz...

Revelo-me...

Ofereço a magia inebriante do prazer e,
Proporciono a mais bela e tenebrosa
psique da visão humana.

Faço-te perder os sentidos...

Torno-me o principio do precipício
Da tua perdição...

Se mesmo assim, quiseres me segui
Aviso...

Não é seguro.

(Ro Primo)

Um comentário:

DELIANE LEITE disse...

Maravilha...Excelentes imagens!
Gostaria de convidá-los pra dar um pulinho e "tomar um cafezinho"... Aguardo visita. Se me seguirem, melhor ainda... Beijokas.