terça-feira, 9 de março de 2010

AQUI PRA VOCÊS




Para os que acham - me lixo



AQUI PRA VOCÊS
esperem sentados


Há muito tempo
Decorro fechado
Mas agora resolvi peitar
Posto no bar
Muitos bocados
Eu não vou mudar
Pros que reclamam
Por meus comentários
Esperem sentados
Pra não cansar
Pois meus escritos
Os grandes críticos
Dizem odiar
Verdade é
Que nesse bar
Muitos gostam
De o meu estourar
Dizem-me ser
Um fanfarrão
Um machista
A profanar
Rotulam-me
De infantil
De inseguro
De truffinha
Lá... lá... lá...
Tentando me abalar
Que só falo do meu pau
Que meu ego é o que há
Porque são tão afiados
Não param de criticar
Criticam a mim
Não ao estilo
Acham que vão me expulsar
Os eruditos?
Cago e ando
Não vão me balançar
Esses merdas me levantam
Em evidência
Eu vou ficar
Pros que gostam
Falo então
Que machista
Não sou não
Meus escritos
Não, não, não.
Não sou eu
Quem sou mermão?
Minha humilde
Opinião
São retratos
Do mundão
De uma vida
Do leitor
De sua reflexão
Prosa
Ou
Verso
Ora
Pois
Não
Sou livre combinação
Sou humano
Vomitando
Minha indignação
Não encaixo no padrão
Sem nenhuma ambição
Isso aqui nada mais é
Que uma provocação

Licença Creative Commons
Based on a work at http://www.pablotreuffar.com/.
A VERDADE É QUE EU MINTO

A VERDADE É QUE EU MINTO

18 comentários:

... disse...

Antes que venha criticar-me...

hehehe...

Não param de criticar
Criticam a mim
Não ao estilo

Não param de criticar
Criticam-me (os chatos de plantão devem estar pensando)
Não ao estilo

Sobre a passagem acima
Sei que o verbo criticar é verbo transitivo direto
E neste caso
Não deveria eu
Usar um objeto direto preposicionado
Foda-se a regra
Uso recursos para dar ênfase ao objeto
Foi o caso
No verso de baixo
Acompanhei
Usando
Não ao estilo (a + o estilo)
Se eu
Não fizesse a troca (de criticam-me “forma usual” por criticam a mim)
Não daria a liga
Eu vou deixar como está
Como disse no meu texto
Cago e ando pros pseudos críticos
E suas supererudições
Daqui por diante
Não esperem explicações de porra nenhuma.

__________________

O estudo da gramática não faz poetas. O estudo da harmonia não faz compositores. O estudo da psicologia não faz pessoas equilibradas. O estudo das "ciências da educação" não faz educadores. Educadores não podem ser produzidos. Educadores nascem. - Rubem Alves

_____________

REPITO:
Daqui por diante
Não esperem explicações de porra nenhuma.

Larissa Marques disse...

adoro o seu estilo e mandar se foder é o melhor de tudo...
ai que se perder aos poucos, mas abandonar a lucidez, jamais!

Gustavo Santoro disse...

Salve, salve simpatia!...é com essa mesma simpatia que esse novo expoente da literatura manda os críticos de merda se fuderem (fuck off, fuck everybody up, fuck it up...). Texto maravilhoso!!! abraços da presidência do Embalo Bar!!!!

Wandyr Fortunato disse...

Criticar é fácil, difícil é criar... E combinemos assim, ante a mesmeci debulhada e estrofada, eis que surge Pablo com todo essa verve vociferada e, por quê não, vomitada nos ouvidos dos eruditos!
Parabéns ao criador, e criatura, os críticos não estão à sua altura... e que se FODAM os que não gostam, melhor assim.

vh.adm disse...

Parabés meu amigo!!!!!!!

Para os críticos fica o meu profundo vai tomar no cú!

Abs!

Reflexo d Alma disse...

Adoro!!!!!
Que delícia essa LIBERDADE!!!!!
Cria:sou fã de carteirinha, alias cade a, me mandou?
Bjins entre sonhos e delirios

Reflexo d'Alma e Meus Reflexos disse...

Huahuuua
aeeeeeeeeeeeeeee!!!
Bravo.
Te adoro!
De que adianta ser poeta
sem liberdade?
Tanto que vim aqui te saudar
nas minhas duas versões de blog

Bjins entre s delírios e delírios

mineirinha disse...

para os que acham-me lixo OU para os que acham, me lixo? Com ou sem virgula. Os dois, muito bom.

... disse...

Vlw turma

Reflexo d Alma disse...

Ta vendo?
Trouxe leus leitores pra ler aqui.
Pra mim você é um sucesso
e tras movimento pro blog!
Não seria esse o objetivo da postagens de varios autores?
Bjins

... disse...

Muito obrigado

Envaidecido

Abismo do Obscuro disse...

Também me escracham mas só de putaria eu levanto um dedão para esse povo, esse mesmo povo que você detesta e falo: Aqui pra vocês! Piru! KKKK!

Abraço.

Abismo do Obscuro disse...

Adoro críticas e sugestões, mas tem quem não saiba o que são essas duas coisas e aí só maldizem o que digo.

... disse...

Vlw Obscuro, abço!

Giovani Iemini disse...

hahahaha, ótimo.
o que seria do azul se todos gostassem do amarelo.
é isso ai: o bde é o lugar dos marginalizados.
antes bêbado conhecido que alcólatra anônimo.
desses poetetas de flores e amores, herméticos, tamo de saco cheio.
viva a diversidade!

Teólogo disse...

Disse o que ha muito tempo eu queria dizer.
_____________________________________
http://www.livroteologo.blogspot.com/

... disse...

Vlw Giovani
Vlw Teólogo

Suzana de Paula disse...

Nuuu!