quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Arisco

sou arisco
sim
faisco
corro risco
cisco
e
belisco

nunca me curvarei às dores do menisco

mas se pisco
rabisco
e
mudo o disco
arrisco:
é só chuvisco

quando dói, confisco e lambisco como petisco.

sou courisco
e marisco
um obelisco sem asterisco
simplesmente arisco.

3 comentários:

Samuel Balbinot disse...

show de bola as rimas. como sou fã delas... ficou muito bacana

Dídimo Gusmão disse...

Gostei da poesia. Muito legal.
Passarei sempre para ler outras poesias.
Abraços.
http://didimogusmao.blogspot.com.br/

Giovani Iemini disse...

valeus, amigos.