quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Protetor


Ele dá gritos agudos ao meu ouvido. Logo depois, me empurra com toda força; E, em seguida, atira grãos de areia em meus olhos. Tudo para que eu volte para casa.

O vento fica muito nervoso quando, por mais que ele avise, as pessoas insistem em enfrentar as tempestades.

Um comentário:

Ariana disse...

Uau, post tão forte quanto o vento.

Adorei!

Beijos