sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

lugar comum


por quê
toda dor tem que ser dilacerante
toda lágrima tem que ser copiosa
toda regra tem que ser clara
todo erro tem que ser crasso
todo sol tem que ser escaldante
toda estupidez tem que ser gritante
toda burrice tem que ser porta
toda estrovenga tem que ser torta
todo nu tem que ser castigado
todo leite tem que ser derramado
todo moribundo tem que ser desengado
todo cristo tem que ser crucificado
todo lar tem que ser casa
toda cova tem que ser rasa?

Carlos Cruz - 02/08/2013

Um comentário:

Joaninha Musical disse...

Lindíssimo o poema que escreveste querido carlos,gostei imenso de ler,muitos beijinhos e fica com deus,tudo de bom para ti!!