segunda-feira, 12 de março de 2007

Um corte

Cego, já velho, deformado e enrugado, esta sozinho a caminhar, procurando um abrigo, onde possa descansar. Pois sobrevive do resto, do lixo, é um ser que ninguém quer por perto, esperto, fica quieto, esperando algum resto para poder comer. Não o tratam feito gente, pois animal para muitos parece ser. Muitas vezes pisoteado, esmurrado e espancado, só para ver se sabe gemer. Muitos passam por ele e sentem medo ao lhe ver, as mães ensinam seus filhos que perto dele não se deve chegar, entristecido não fica mais, pois acostumou a se esconder.
Muitos o tacham de drogado ou bêbado, mas se bebe a para tentar esquecer, que família já teve, que feliz já foi, mas hoje só lhe resta a dor e a agonia. Da boca de muitos já ouvi, o como eu sofro por aqui, mas entre só ele que
tem o direito de dizer que esta nesse mundo apenas a sofrer.

Anaconda de Deus

8 comentários:

Lameque Hyde disse...

Meio prosa, meio poesia, o pequeno relato nos remete a condição animalesca que certas pessoas desposuídas são enquadradas pelo nosso ponto de vista egoísta.

Belo texto!

Me Morte disse...

Eu acho que para uma cobra vc até que foi bem rasteiro.
O Bar prima por simplicidade, teu texto tem, prima por humildade, teu texto tem, prima por sinceridade, vc a tem, etc...etc...prima por coragem, eu tenho,rsss.
Beijão Anaconda.

Thin White Duke disse...

eu achei legal, apenas ficou meio confuso por causa da falta de acentuação...

flew!
André Espínola

Deveras disse...

Fora um "a" e um "o", perdidos no final, o texto tá muito bom. E bailou realmente entre o verso e a prosa.

ficanapaz!

Cristiano Neto "Deveras"

fabrito disse...

eu não gostei das rimas, para falar a verdade. acho que se ele estivesse mais livre, não tão preso à poesia, seria melhor.

Véïö Chïñä‡ disse...

A idéia foi boa e or argumentos são bons mas a construção me pareceu estranha.

Eduardo Perrone disse...

Já li textos seus diferenciados... Esse me pareceu cuidadoso demais com "certa" técnica.
Valeu.

DOCTOR T disse...

TÁ MUITO BOM! VC CRIOU BEM UMA ILUSTRACÃO DO DESPREZO COM ÀS PALAVRAS CERTAS .
SÓ FIQUEI UM POUCO CONFUSO C/ À PENULTIMA LINHA: O TEXTO É NARRADO EM TERCEIRA PESSOA, MAS, NA PENULTIMA LINHA DEPOIS DE: " SÓ LHE RESTAR A DOR E A AGONIA ." OCORRE UMA NARRACÃO EM PRIMEIRA PESSOA:DA BOCA DE MUITOS JÁ OUVÍ, O COMO EU SOFRO POR AQUÍ... POIS BEM, É O PERSONAGEM OU O NARRADOR QUE FALOU?
É QUE ME DEIXOU UM POUCO CONFUSO.
NO MAIS TÁ ÓTIMO. PARABÉNS