domingo, 17 de maio de 2009

Primeiro encontro





Pequenos espaços e segmentos se agrupavam na manhã.
Seu sorriso, todo incompatível com as sombrinhas de Boa Viagem, ofertava algo entre água doce e paz de pedra.

Era de um desejar tão ameno que pintou de mansidão a onda, aquela que carregou minhas sandálias, quando a maré subiu a sua ordem.

Eu fui pega desprevenida. Veja só, contra o amor não há fator de proteção solar!

Você chegou como sombra em pleno caminhar Sol.
Não sei como fez isso, mas de lá pra cá, plantou-se mais verde na minha íris.

O seu cuidado fez brotar plantação. Os girassóis nem adormecem de tanta ansiedade.
Algo no seu corpo me diz que a safra será boa esse ano.



(Jessiely Soares )

Um comentário:

Reflexo d'Alma disse...

Delicia de versos!

""Eu fui pega desprevenida.
Veja só, contra o amor não há fator de proteção solar!""

Bjins entre sonhos e delírios