quinta-feira, 10 de junho de 2010

Por uma nova fonoaudiologia

Lembra:
literalmente
mamaram em mesmo peito -
língua e palato,
irmãos e amantes.

Ela:
lama gaia molhada
ventre da dança
nata fêmea,
lenta,
sinuosa.

Ele:
estrelado e rugoso
ar e osso
céu da boca.

Músculo viscoso e teto duro
lava e estalactites
contém e contido

seco e úmido alquímicos
pais de palavra e sentido.


Sempre dançaram,
o sabem bem os disfluentes:
o engasgo é aqui na gruta,
a gagueira é na garganta
(o buraco é mais embaixo).

Um comentário:

Nydia Bonetti disse...

nossa... novísssima teoria fonofilosófica :) adorei isso. abraço.